A educação ambiental no contexto da educação do campo

Um estudo em uma escola pública do município de Upanema/ RN

Autores

DOI:

https://doi.org/10.58980/eiaerh.v9i00.429

Palavras-chave:

Educação Ambiental, Educação do Campo, Assentamento de reforma agrária

Resumo

A Educação Ambiental tem sido uma temática discutida por diversas organizações nacionais e internacionais nos últimos anos, abordando a relação entre o meio ambiente e a sociedade. O objetivo deste artigo é compreender a percepção dos estudantes de uma escola de ensino fundamental em relação à Educação Ambiental. Essa instituição está localizada no assentamento de reforma agrária São Manoel II, no município de Upanema/RN. Com base nos resultados da pesquisa, é possível identificar um conjunto de informações que proporciona uma percepção única sobre a Educação Ambiental. Isso destaca a necessidade de discussões e amplia as possibilidades de abordagem no contexto da escola rural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josiel Medeiros de Aquino, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Mestre em Cognição,Tecnologias e Instituições no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar (PPGCTI/UFERSA).

Késia Kelly Vieira de Castro, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Professora de Química da Licenciatura em Educação do Campo. Doutorado em Química (UFRN).

Referências

APEL, K. O. Estudos de Moral Moderna. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

BARBOSA, F. M. Percepções sobre o aquecimento global nas escolas do município de Volta Redonda, estado do Rio de Janeiro. 2016. 99 f. Dissertação (Mestrado em Formação Científica para Professores de Biologia) – Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.

BOSA, C. R.; TESSER, H. C. B. Desafios da Educação Ambiental nas escolas municipais do município de Caçador – SC. Revista Monografias Ambientais, v. 13, n. 2, p. 2996–3010, 2014. DOI: 10.5902/223613089763. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/remoa/article/view/9763. Acesso em: 10 ago. 2022. DOI: https://doi.org/10.5902/223613089763

BRASIL. Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobre a política nacional do meio ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e da outras providências. Brasília, DF: MMA, 1981. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L6938.htm. Acesso em: 24 ago. 2022.

BRASIL. Lei n. 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a política nacional de educação ambiental e dá outras providências. Brasília, DF: MEC; MMA, 1999. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.htm. Acesso em: 20 ago. 2022.

BRITO, V. L. T. et al. Importância da Educação Ambiental e meio ambiente na escola: uma percepção da realidade na escola municipal Comendador Cortez em Parnaíba (PI). Revista Brasileira de Educação Ambiental (RevBEA), [S. l.], v. 11, n. 2, p. 22-42, 2016. DOI: https://doi.org/10.34024/revbea.2016.v11.2139

CALDART, R. S. et al. Por uma educação do campo: traços de uma identidade em construção. In: KOLLING, E. J. et al. (org.). Por uma educação do campo. [S. l.: s. n.], 2002. v. 5, p. 147-160.

CAMARA, L. R. A. et al. Qualidade de vida e percepção ambiental dos moradores de comunidades rurais em São Luís (MA). Revista Brasileira de Educação Ambiental - RevBEA, v. 14, n. 1, p. 263-274, 2019. DOI: https://doi.org/10.34024/revbea.2019.v14.2557

CARVALHO, I. C. M. Educação Ambiental: a formação do sujeito ecológico. São Paulo: Cortez Editora, 2017.

CASTRO, M. G. G. M.; FERREIRA, A. P.; MATTOS, I. E. Uso de agrotóxicos em assentamentos de reforma agrária no Município de Russas (Ceará, Brasil): um estudo de caso. Epidemiologia e Serviços de Saúde, [S. l.], v. 20, n. 2, p. 245-254, 2011. DOI: https://doi.org/10.5123/S1679-49742011000200013

CUBA, M. A. Educação Ambiental nas Escolas. Revista ECCOM, [S. l.], v. 1, n. 2, p. 23-31, 2010.

DANTAS, J. O.; SOARES, M. J. N.; SANTOS, M. B. A relação da Educação Ambiental com a Educação do Campo: aspectos identificados a partir de publicações em periódicos de Educação Ambiental. Ambiente & Educação, [S. l.], v. 25, n. 2, p. 448-480, 2020. DOI: https://doi.org/10.14295/ambeduc.v25i2.11328

FRAGOSO, E.; NASCIMENTO, E. C. M. A Educação Ambiental no ensino e na prática escolar da escola estadual cândido mariano Aquidauana/MS. Ambiente & Educação, [S. l.], v. 23, n. 1, p. 161-184, 2018. DOI: https://doi.org/10.14295/ambeduc.v23i1.6988

FRIGOTTO, G. A interdisciplinaridade como necessidade e como problema nas ciências sociais. In: JANTSCH, A. P.; BIANCHETTI, L. (org.). Interdisciplinaridade: para além da filosofia do sujeito. 6. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1995, p. 25-49.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1946.

HOEFFEL, J. L.; FADINI, A. A. B. Percepção Ambiental. In: BRASIL. Encontros e caminhos: formação de educadoras(es) ambientais e coletivos educadores. 2º volume. Brasília, DF: Ministério do Meio Ambiente, Secretaria Executiva, Diretoria de Educação Ambiental, 2007. 357 p.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo 2021. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rn/upanema/panorama. Acesso em: 10 maio 2021.

KIECKHOFER, A. M.; FONSECA, L. G. Desenvolvimento integrado e sustentável em municípios brasileiros. Revista Estudos, [S. l.], v. 10, n. 10, p. 121-137, 2006.

LIMA, W. Aprendizagem e classificação social: um desafio aos conceitos. Fórum Crítico da Educação – Revista do ISEP/Programa de Mestrado em Ciências Pedagógicas, [S. l.], v. 3, n. 1, out. 2004.

LOURENÇO, J. C. Educação Ambiental. In: LOURENÇO, J. C. Educação Ambiental na Prática. Campina Grande, PB: Independente, 2018. p. 254-418.

MARTINS, J. P. A.; SCHNETZLER, R. P. Formação de professores em Educação Ambiental crítica centrada na investigação-ação e na parceria colaborativa. Ciência e Educação, Bauru, SP, v. 24, n. 3, p. 581-598, jan. 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1516-731320180030004

MEDEIROS, A. B. et al. A Importância da Educação Ambiental na escola nas séries iniciais. Revista Faculdade Montes Belos, [S. l.], v. 4, n. 1, 2011.

MOLINA, M. C.; JESUS, S. M. S. A. (org.). Contribuições para a construção de um projeto de educação do campo. Brasília, DF: GEPEC, 2004. 75 p. E-book. Disponível em: https://www.gepec.ufscar.br/publicacoes/livros-e-colecoes/livros-diversos/contribuicoes-para-a-construcao-de-um-projeto-de.pdf. Acesso em: 10 jan. 2023.

MORALES, A. G. A formação do profissional educador ambiental: reflexões, possibilidades e constatações. 2. ed. Ponta Grossa, PR: UEPG, 2012.

MORAN, J. M. Como utilizar a Internet na educação. Ciência da informação, [S. l.], v. 26, p. 146-153, 1997. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-19651997000200006

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez, 2000.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA (UNESCO). Década da Educação das Nações Unidas para um Desenvolvimento Sustentável, 2005-2014: documento final do esquema internacional de implementação, Brasília, DF, 2005.

REZENDE, F. S. S. L.; BAMPI, A. C. Práticas Pedagógicas em Educação Ambiental na Educação Básica: dificuldades e potencialidades da inserção da temática nas escolas. Educação Ambiental em Ação, [S. l.], v. 17, n. 67, p. 1-31, 2019.

SASSO, L. et al. Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Revista Katálysis, [S. l.], v. 10, 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-49802007000300004

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 8.ed. Campinas: Autores Associados, 2003.

SILVA, K. C; SAMMARCO, Y. M. Relação ser humano e natureza: um desafio ecológico e filosófico. Revista Monografias Ambientais, [S. l.], p. 01-12, 2015. DOI: https://doi.org/10.5902/2236130817398

TOZONI-REIS, M. F. C. Educação Ambiental: natureza, razão e história. Campinas, SP: Autores Associados, 2004.

Publicado

2023-09-18

Como Citar

AQUINO, J. M. de; CASTRO, K. K. V. de. A educação ambiental no contexto da educação do campo: Um estudo em uma escola pública do município de Upanema/ RN. Revista Hipótese, Bauru, v. 9, n. 00, p. e023006, 2023. DOI: 10.58980/eiaerh.v9i00.429. Disponível em: https://revistahipotese.editoraiberoamericana.com/revista/article/view/429. Acesso em: 15 jul. 2024.

Métricas